Projeto Primatas

Fomos convidados para elaborar um projeto  de  proteção de grupos de Macacos em regiões onde o desmatamento ameaça a sua existência.

Após estudo aprofundado, resolvemos atuar em 6 regiões  chamadas “Hotspots”, que possuem a mais rica e a mais ameaçada biodiversidade do mundo: o Cerrado, a Mata Atlântica e a Amazônia.

Das 113 espécies de primatas identificadas no planeta, o Brasil possui  metade delas. A maioria  está em perigo: 26 constam na lista vermelha das espécies ameaçadas ou em extinção. As principais ameaças são o desmatamento e a degradação dos ecossistemas, o que acabam com os habitats dessas espécies.

Nosso projeto consiste em implantar corredores florestais, para interligar ilhas isoladas de florestas e constituir uma cadeia de solidariedade humana inter-regional.

O tempo está contado: nas regiões contempladas, os inventários dos primatas ainda são incompletos e algumas espécies já são ameaçadas antes de conhecer o seu histórico biológico e seus modos de vida, tais como, comportamento alimentar, reprodução, etc.  É preciso agir rapidamente na proteção e na reconstrução dos ecossistemas, antes que estas espécies desapareçam.